Náutica de recreio

A náutica de recreio é responsável por 4 bilhões de euros e mais de 45 mil empregos diretos
somente na França, resultado de uma visão política expressiva implantada pelo governo
francês.
Para que seja possível o desenvolvimento de uma náutica de recreio é preciso que
primeiramente se tenha barcos. As infraestruturas das marinas aparecem depois que um
grande número de embarcações começa a frequentar a região. Estudos revelam que nem é
preciso que a região seja naturalmente adequada, como sol e clima ameno. Uma visita, por
exemplo, ao porto do Reino Unido ou dos Grandes Lagos, pode verificar que as condições
naturais, de modo algum, não são mesmo o fator determinante para o desenvolvimento de
um cluster de náutica de recreio.
É a vontade política que faz com que países com uma forte indústria náutica não são
exatamente os que possuem as melhores condições naturais. Quando os dois fatores se
juntam, temos o caso de Caraíbas, da Grécia e da Turquia, onde o setor náutico está crescendo
exponencialmente.
Por isso é importante que os governos se prontifiquem a fazer incentivos para as áreas
costeiras, ou com lagos e represas próximos, para que a náutica de recreio seja mais
expressiva.https://oestemarine.com.br/produtos/barcos-de-pesca-a-venda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *